Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.7/5 (3276 votos)


ONLINE
2




Partilhe este Site...

Flag Counter

Calendário lunar

 


1º GRAU - AULA Nº 5
1º GRAU - AULA Nº 5

Essa era (e ainda é, em grande parte) a situação existente, quando SURGIU UM VIGOROSO MOVIMENTO DE LUZ, ORDENADO PELO ASTRAL SUPERIOR, QUE ABARCOU TUDO Isso, NUMA TREMENDA E PODEROSA INTERPENETRAÇÃO HUMANA E ASTRAL...

 

ESSE PODEROSO MOVIMENTO DE LUZ, dentro dessa Coletividade dita como dos adeptos dos Cultos Afro-Brasileiros, FOI FEITO PELOS ESPÍRITOS QUE SE APRESENTARAM COMO "CABOCLOS, PRETOS-VELHOS E CRIANÇAS"...

 

E quem são esses ESPÍRITOS? Vamos explicar...

 

Esses espíritos são, justamente, os dos antiquíssimos payé, karaybas, morubixabas, tuxabas ou caciques e outros mais, da primitiva RAÇA TUPY ou dos tupy-nambá, tupy-guarany etc. (pois o tronco racial deles era um só), bem como pelos também antigos ou primitivos sacerdotes do povo africano, ditos como babalawôs, babalaôs, tatas etc., a par com os espíritos de crianças, que foram ordenados para essa missão, dado a mística dessa coletividade sobre eles, pela derivação da crença dos Ibejis dos africanos e dos curumins dos índios, nos Cosme e Damião.

 

Por que surgiram esses Espíritos, dentro dessa Coletividade?

 

Ora, pelo que acabamos de explicar sobre os fatores fusão e degeneração e consequentes misturas, etc., cremos que ficou patente, que essa massa, essa coletividade, não podia continuar assim, dentro das condições expostas.

 

Era (e ainda é, em 90%) de ausência absoluta nesses ambientes, a Doutrina, o Evangelho e, é claro, o estudo da mediunidade etc.

 

Práticas as mais confusas, desordenadas, baixas por envolverem oferendas com sacrifício de animais, sangue etc., ainda são fatores comuns nos "candomblés" que dizem praticar algum ritual de nação e que, por cima de tudo isso, ainda afirmam ser de "umbanda".

 

A ignorância é tão grande na maioria dessas criaturas que se intitulam de "pais-de-santo" ou babalorixás, babás, tatas, chefes-de-terreiro" etc., que ainda não foram capazes de notar a patente discrepância no tipo de oferenda (ou "comida-de-santo") que fazem a seus "orixás' - tidos por eles como Espíritos Ancestrais dos outros Espíritos, isto é, como Potências Elevadíssimas - aos quais oferecem sacrifícios, de animais, com sangue e tudo e também oferecem o mesmo tipo de sacrifícios, com sangue e tudo, para os Exus... considerados espíritos atrasados. Como se entender isso? Só entendimentos estacionados há 4.000 anos podem conceber e praticar semelhantes disparates... pois, como é que a mesma qualidade de oferenda pode "servir" tanto para Orixá como para Exu?

 

Pois bem, era impossível que a PROVIDÊNCIA DIVINA deixasse de AGIR...

 

E foi por causa disso tudo que se fez imprescindível um novo MOVIMENTO dentro desses Cultos Afro-Brasileiros ou de sua imensa massa de adeptos.

 

E esse MOVIMENTO DE LUZ — feito pelos espíritos carmicamente afins a essa massa e pelos que, dentro de afinidades mais elevadas ainda, as que são pautadas no Amor, na ajuda, na RENÚNCIA em prol da EVOLUÇÃO DE SEUS SEMELHANTES - foi lançado através da mediunidade de uns e de outros, pelos "caboclos", pretos-velhos" etc., com o NOME DE UMBANDA...

 

Começaram então a aparecer por dentro da Corrente Astral e humana, falanges e falanges de "pretos-velhos, de caboclos", como os "Pai-Benedito, Pai-João, Pai-Zé, Pai-Tomé, Pai-Jacó, Pai-Domingos, Pai-Francisco, Pai-Antônio, Pai-Moçambique, Pai-Malaquias, Pai-Tibiriçá, Pai-Martim, Pai-Ernesto, Pai-Chico" etc., e as "Mãe-Cambinda, Mãe-Maria, Mãe-Guiomar" etc., as "Vovó- Conga, Vovó-Catarina, Vovó-Luísa" etc., as "Tia-Chica, Tia-Maria, Tia-Francisca, Tia-Maria-Conga, Tia-Quitéria" etc.

 

A par com esses surgiram logo os caboclos; foram os "caboclo 7 Encruzilhadas, caboclo 7 Flechas, caboclo Ubiratan, Ubirajara, Urubatão, Tupy, Tupinambá, Guarany, Yrapuã, os Pena-Azul, Pena-Branca, caboclo Águia-Branca, Arranca-toco, Arruda, Coqueiro, Guiné etc.; bem como as caboclas Jurema, Jandira, Jupira, Juçara, Indira, cabocla do Mar, cabocla Estrela, cabocla Três Luas e muitas outras mais...

 

E também vieram, acompanhando os pretos-velhos e os caboclos, as Falanges dos espíritos de crianças, como os Cosme, os Damião, os Doum, os Tupãzinho, os Crispim, os Joãozinho, os Duquinha, os Simeão, as Mariazinha, as Manuelinha e um sem-número mais deles e delas...

 

Todas essas Entidades - e outras mais aos milhares desceram como pontas-de-lança, ordenadas pelo Tribunal Planetário, a fim de incrementarem por todos os meios e modos a EVOLUÇÃO da massa dita como dos adeptos dos cultos afro-brasileiros...

 

MISTÉRIOS E PRÁTICAS DA LEI DE UMBANDA

2º EDIÇÃO LIVRARIA FREITAS BASTOS S.A.

W. W. da Matta e Silva